Deictic Expressions in Journalistic Texts about Covid-19 in European and Brazilian Portuguese

Authors

DOI:

https://doi.org/10.4312/vh.31.1.57-80

Keywords:

deixis, text linguistics, European Portuguese, Brazilian Portuguese, Covid-19

Abstract

Deixis is a fundamental process in the interactions between speakers, involving references to elements of the communicative context materialized through various grammatical categories (pronouns, demonstratives, adverbs, adverbial phrases, etc.). In traditional linguistic studies, these categories encode or grammaticalize personal, spatial, and temporal aspects of the context in each communicative situation – the I, you, here, and now – with their interpretation depending on the specific moment of enunciation. Through a quantitative analysis supported by qualitative reflection, the present study describes and analyses, in parallel, the use, frequency, and textual-discursive function of deictic expressions in European and Brazilian Portuguese within journalistic texts about the Covid-19 pandemic. For this purpose, a corpus consisting of written texts, particularly journalistic texts, taken from widely circulated online newspapers in Portugal and Brazil, namely Expresso and the G1 platform, respectively, was collected. The choice of this genre is due to its brevity, clarity, and language with marks of orality, in addition to its social and informative function. With this exploratory study, we aim to highlight an understanding of deixis as a fundamental textual-discursive strategy for text construction, while contributing to the achievement of the author’s communicative intention.

Downloads

Download data is not yet available.

References

Baltar, M. (2006): Competência discursiva e gêneros textuais: uma experiência com o jornal de sala de aula. Caxias do Sul: EDUCS.

Benveniste, E. (1966): «Problèmes de linguistique générale, 1 vol». Les Etudes Philosophiques, 21(3).

Benveniste, E. (1976): Problemas de Linguística Geral I. São Paulo: Editora Nacional.

Benveniste, E. (2014): «The formal apparatus of enunciation». Em: Johannes Angermuller, Dominique Maingueneau, Ruth Wodak (eds.), The discourse studies reader. Main currents in theory and analysis. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 140-145.

Brezina, V., Weill-Tessier, P. McEnery, A. (2021): #LancsBox v. 6.x. [software package].

Bühler, K. (1934). Sprachtheorie: Die Darstellungsfunktion der Sprache. Jena: Gustav Fischer.

Castilho, A. T. de (2010): Nova Gramática do português brasileiro. São Paulo: Contexto.

Cavalcante, M., Custódio Filho, V., Brito, M. A. (2014): Coerência, referenciação e ensino. São Paulo: Cortez.

Ciulla, A. (2020): «A dêixis: fenómeno referencial ou enunciativo?» Revista Investigações, Recife, 33, nº especial, Texto: géneros, interação e argumentação - III Workshop de Linguística Textual, 200-216.

Ciulla, A., Martins, M. A. (2017): «Um estudo sobre classificações de tipos dêiticos». Revista de Letras, 2(36), 78-9.

Dos Santos, L. W., Morais M. (2017): «Dêixis pessoal e temporal: aspectos sociointeracionais e sociodiscursivos». Revista Investigações 30.2: 38-64.

Duarte, M. E. L. (1993): «Do pronome nulo ao pronome pleno: a trajetória do sujeito no português do Brasil». Em: Charlotte Galves, Ian Roberts, Mary A. Kato (Orgs.) Português Brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da Unicamp, 107-128.

Figueira-Cardoso, S. (2022a): «A construção de objetos de discurso em produções textuais descritivas na aula de PLA: o caso a Cuca e o Pescador». Portuguese Language Journal, 16, 1-11. Disponível em: https://doi.org/10.56515/PLJ562476691

Figueira-Cardoso, S. (2022b): «Referenciação e retextualização no ensino de português como língua adicional em contexto universitário polonês». Studia Iberystyczne, 21, 297-320. Disponível em: 10.12797/SI.21.2022.21.16.

Fillmore, C. J. (1997): Lectures on deixis. California: CSLI Publications.

Fonseca, F. I. (1989): Deixis tempo e narração. Tese de doutoramento, Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Porto, Portugal.

Kleiber, G. (2013): «Dêiticos, embreadores, “token-reflexivos”, símbolos indexicais etc.: como defini-los?». Trad. Mayalu Félix, Intersecções, edição 11, Ano 6, n. 3, 2, 267–310.

Koch, I. G. V. (2021): Introdução à linguística textual: trajetória e grandes temas. São Paulo: Martins Fontes.

Levinson, S. C. (1983): Pragmatics. Cambridge: Cambridge University Press.

Levinson, S. C. (2004): «Deixis». Em: Laurence R. Horn, Gergory Ward (eds.), The handbook of pragmatics. Oxford: Blackwell Publishing, 97-121.

Lopes, A. C. M. (2018): Pragmática: uma introdução. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

Lyons, J. (1977): Semantics. Vol. 2. Cambridge: Cambridge University Press.

Marcuschi, L. A. (2008): Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial.

Martins, M. A. (2019): A caracterização dos tipos de dêixis como processos referenciais. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza: Brasil.

Oliveira, B., Figueira-Cardoso, S. (2023): «O fenómeno dêitico nas abordagens gramaticais e enunciativas». Em: Ediene Pena Ferreira, Celiane Sousa Costa, Roberto Nascimento Paiva, Samuel Figueira Cardoso, Breno Augusto Pena Ferreira (eds.), Estudos de linguagem na Amazônia: homenagem aos 15 anos do Grupo de Estudos Linguísticos do Oeste do Pará. Pará: Universidade Federal do Oeste Pará, 172-184.

Othero, G. (2013): «Revisitando o status do pronome cê no português brasileiro». Revista de Estudos da Linguagem, 21(1), 135-156.

Raposo, E. P. (2013): «Pronomes». Em: Eduardo Buzaglo Paiva Raposo et al. (org.), Gramática do Português – Volume I. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 883-918.

Rumeu, M. C. B. (2013): «A variação tu e você no português brasileiro oitocentista e novecentista: reflexões sobre a categoria social gênero». Alfa: Revista de Linguística, 57, 545-576.

Trask, R. L. (1999): Key concepts in language and linguistics. London: Routledge.

Zilli, G. N. (2009): Por que “tu” e não “você”?. Dissertação de mestrado. Universidade do Extremo Sul Catarinense. Criciúma, Brasil: UNESC. Disponível em: <http://www.bib.unesc.net/biblioteca/sumario/00003F/00003F0A.pdf>.

Published

28.12.2023

How to Cite

Oliveira, B., & Figueira-Cardoso, S. (2023). Deictic Expressions in Journalistic Texts about Covid-19 in European and Brazilian Portuguese. Verba Hispanica, 31(1), 57–80. https://doi.org/10.4312/vh.31.1.57-80